Enter your keyword

Dor, stress, emoções e grupos de movimento

Dor, stress, emoções e grupos de movimento

A dor, stress, e as emoções andam muito próximas, elas têm uma relação direta, se influenciam.
As emoções e sentimentos, são partes da nossa existência e vão influenciar o nível do stress e a intensidade da dor, seja ela uma dor antiga ou recente. Se a carga emocional de uma situação (no trabalho, família, etc.) for muito grande o nível do stress também vai subir e como consequência ira gerar uma tensão muscular para dar conta desta situação.

Se a situação foi resolvida de forma satisfatória, o natural seria estas tensões se dissiparem, porem nem sempre é assim, pois o ser humano por ter um psiquismo, um universo inconsciente  apresenta dificuldades em relação aos próprios sentimentos e emoções.
Muitas vezes em função de uma resolução não satisfatória ou uma dificuldade de aceitar certas limitações, este stress emocional, que gera tensões musculares (entre outros sintomas) não dissipa, aumentando assim a dor já existente ou gerando uma dor até então inexistente.

Ao longo da vida as pessoas “criam” muitas tensões musculares crônicas, tensões que com o passar do tempo se tornam inconscientes, não doem, mas estão lá e podem ser intensificadas pelo stress ,facilitando o aparecimento de uma dor. Psicologicamente podemos chamar este grupo de tensões de couraças musculares.

dor-analise-bioenergetica-vajra

Importante esclarecer que as emoções são também energia e é esta energia que vai sustentar e manter estas tensões de forma crônica.
Chamo de crônicas as tensões que as pessoas já não sabem que as têm, elas se tornam inconsciente, percebidas como se sempre fosse desta forma.
No caso da dor esse stress emocional vai acionar a dor ou intensificá-la, pois aquele ponto, aquele músculo já esta sensibilizado, já é “conhecido”.
Acho que é possível sintetizar desta forma: ao gerar um stress emocional este vai gerar tensões musculares (ou ampliar as já existentes e conhecidas) que vai incidir sobre o ponto de dor.

O Grupo de Movimento é uma proposta para cuidar e tratar deste circulo, de aliviar estas tensões musculares e restabelecer o fluxo energético natural que ficou bloqueado pelo stress emocional.
Através de exercícios e atividades físicas orientadas psicologicamente vai trabalhar sobre a couraça muscular, que é o conjunto destas tensões musculares.
Este trabalho nasceu da teoria e técnicas da Analise Bioenergética criada por Alexander Lowen a partir do seu período como paciente e discípulo de W. Reich psicanalista alemão que por sua vez foi discípulo de S. Freud.

O Grupo de Movimento é realizado todas as terças-feiras e dois horários:

  • O primeiro das 16h30 até às 18 horas é um grupo especifico para as pessoas que queiram cuidar e administrar dores crônicas (máximo de 4 pessoas).
  • O segundo horário inicia às 18h30 e termina às 20h e é voltado para o publico em geral que queira cuidar do stress, ansiedade angustia ou como um processo de alto conhecimento e alívio das tensões do dia a dia.

Silvio de Camargo é psicólogo clinico (CRP: 06/37962-1), psicoterapeuta corporal neo reichiano, Analista Bioenergético (CBT), coordenador de Grupo de Movimento e co-criador do curso de formação de coordenadores de Grupo de Movimento do Instituto de Analise Bioenergética de SP e do Instituto Ligare/Americana/SP e professor no Instituto Raiz de psicologia corporal/Araraquara – SP.